InícioPortalFAQRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Combate 28/10/09 - Minamimura Kouki VS Vesper

Ir em baixo 
AutorMensagem
Migaz
Japan Freak
Japan Freak
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 461
Idade : 27
Anime/Game : Bakemonogatari, Darker than Black, D.Gray Man; Final Fantasy IX, Persona 3, Phoenix Wright, Starcraft, P3P
J-Artist : One OK Rock; The GazettE; Mois Dix Moi; Daisuke Ishiwatari
Data de inscrição : 12/10/2008

MensagemAssunto: Combate 28/10/09 - Minamimura Kouki VS Vesper   Qua Out 28, 2009 4:10 am

Luta a ser postada pelos lutadores.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
SnowWhite
Geek
Geek
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 286
Idade : 27
Data de inscrição : 15/10/2008

MensagemAssunto: Re: Combate 28/10/09 - Minamimura Kouki VS Vesper   Qui Out 29, 2009 3:11 am

Desculpem a hora tardia, eu e o Skell estávamos agora em pseudo-reunião mas aqui está...


___
Chegada a hora, os dois adversários entram finalmente na arena. Ambos os lutadores vibravam de ansiedade. Quem desferiria o primeiro golpe? Quem sairia vencedor?

Embora a tensão se fizesse sentir por todo o recinto, tanto Vesper como Kouki se comportavam como habitual, Kouki impassível, Vesper tentando intimidar o oponente com o olhar.
Kouki conhecia por alto o poder de Vesper, e a sua mente viajava a mil procurando uma estratégia para que o seu segredo não fosse desvendado. Sabia perfeitamente que Vesper o tinha debaixo de olho, e iria fazer os possíveis para descobrir o que tinha despertado o seu interesse desde o início.
Vesper concentrava-se em transmitir, talvez telepaticamente, que no final do combate sairia vencedor e conhecedor do segredo de Kouki.

Deu-se início ao combate, mas nenhum dos dois moveu um músculo. O combate iniciar-se-ia com uma luta de olhares e palavras.
Vesper: Há muito esperava testar os meus poderes em alguém como tu...
Kouki: Faço minhas as tuas palavras.
Vesper: Então que o combate comece.
Vesper cuspia as palavras umas atrás das outras. Kouki não se mantinha calado. As atitudes de ambos eram agora muito diferentes das habituais.

De um momento para outro, no piscar de olhos da plateia, a acção começou. Numa espécie de tornado, que envolveu Kouki por breves momentos, voaram papeis e poeiras, das bancadas e do chão, que logo dissipou, exibindo as duas ceifas, luminosas. Vesper tomou uma posição mais defensiva, pernas mais afastadas e ligeiramente flectidas, braços erguidos à altura da cara, sem nunca tapar aquele olhar.
Kouki endireitou-se, ligeiramente de lado e com uma mão encostada ao peito, estendendo de seguida o braço com desdém, libertando uma rajada que atingiu Vesper em cheio na cara. Um pequeno corte na bochecha sangrou uma única gota. Vesper sorriu com ironia.
Vesper: Impressionante. Daqui a pouco cai-me um bracinho.
Kouki: Isto é só um aquecimento.

Naquele momento, Vesper sabia que iria encontrar oportunidade para atacar. Kouki teria de se aproximar e nessa altura seria uma presa fácil. Podia ter um corpo ágil, mas parecia algo desconcentrado.
Kouki não podia mentir, estava de facto um pouco enferrujado, mas recusar-se-ia a vacilar.
Avançou. Começou devagar, ganhando velocidade facilmente.
É tudo ou nada. Perto de Vesper, lançou um ataque com ambos os braços, correndo o risco de desproteger o peito. Mas o kama de Vesper era uma arma pouco eficaz a curta-distância, e Kouki sabia que o adversário o queria bem perto para usar o seu poder. Vesper Esquivou-se facilmente por entre as lâminas, ficando cara-a-cara com o oponente.
Está na hora Um flash âmbar, visto por ninguém além de Kouki. A cor que mais odiava, a cor dos seus próprios olhos.

Pela arena ecoou um grito desesperante. Kouki caiu no chão, as ceifas desactivadas agora, novamente pulseiras. Vesper soltou uma gargalhada.
Esperando cinco segundos pelo reerguer de Kouki, o desfecho poderia ser diferente. Vesper virou costas, já festejando interiormente a vitória. Podia não saber o segredo de Kouki, não teve tempo para tal, mas Kouki estava já derrotado.

No chão, Kouki reviu o seu maior medo, agora explorado pelo poder de Vesper. Mais perigoso que alguma vez pensei. Destrói-nos de dentro para fora.
As únicas imagens anteriores ao grito foram as de uma multidão, sem caras definidas, rindo-se e apontando. Duas ou três chocadas. A seguir, uns pés, anunciando umas pernas nuas. Roupas espalhadas pelo chão, à volta da personagem central. A cara de Kouki, o seu corpo nitidamente nu, vendo-se até à base do pescoço.
Ao ver a imagem descer lentamente, dá-se a súplica. O desespero de Kouki foi capaz de quebrar Vesper a tempo. Sabia que o adversário tinha visto o mesmo que ele. E que por isso mesmo não tinha chegado a descobrir o segredo.

Kouki reúne forças para de levantar de novo, enquanto Vesper o maldizia, caminhando vagarosamente para a saída.
Vesper: Que básico. Medo de se sentir nu em público. Esperava-te mais interess-
Não pôde acabar a frase. Tinha sido atingido por uma nova rajada, agora rasante na orelha direita. Virou-se rapidamente, mas as pulseiras não estavam activadas. Kouki atacara por ele próprio.

Um novo tornado. Novamente as ceifas. Apesar do sangue que lhe corria do ouvido, Kouki não estava disposto a desistir. Não ainda. Não ali.
Lançou-se num novo ataque, esperando apanhar Vesper desprevenido. Não foi rápido o suficiente, mas também não foi lento demais. Vesper esquiva-se um pouco para a sua esquerda, deixando a descoberto o espaço onde lhe faltava o olho, normalmente tapado com a franja. Atingiu Kouki com um soco nas costelas. O impacto fê-lo vacilar, mas preparou um novo ataque.
Fingindo ganhar distância, Kouki saía apenas do alcance de Vesper. Podia atacar de uma maior distância, se conseguisse criar uma pequena distracção.

A custo, criou um remoinho que surge aparentemente do nada, apanhando Vesper por trás. Este vira-se a tempo, não contando com o ataque que Kouki preparava já, mal o adversário lhe virasse as costas.
Unindo as ceifas pela saliência da argola que lhe envolvia a mão, as armas fundiram-se numa, mais pesada mas facilmente manejável com duas mãos, que girou na sua frente. Rapidamente o ar começou a ser comprimido, criando uma corrente na direcção de Vesper, destinada a imobilizá-lo, esmagando-lhe o crânio se necessário. Atingiu-o na coluna, fazendo-o cair de cara no chão.

Finalmente em vantagem, Kouki virou o adversário, que de alguma forma foi capaz de lhe agarrar um braço. Com o pé, libertou-se da mão que o segurava. O braço de Vesper caiu sem forças ao lado do seu corpo, e Kouki aproximou a lâmina do seu pescoço.

Kouki: Eu disse que era só um aquecimento.
___

Para quem nao percebeu, ganhou o Kouki. Quem não percebeu eh DUR x3
Tenho dito xD
Snow~
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
freak
Otaku
Otaku
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 1170
Idade : 30
Anime/Game : FFVII ; Evangelion ; Death Note ; Bleach ; Elfen Lied ; Kuroshitsuji ; Vampire Knight ; Tsubasa; TWGOK ; CLAMP (all mangas)
J-Artist : Nobuo Uematsu ; Heidi ; One Ok Rock
Data de inscrição : 25/02/2009

MensagemAssunto: Re: Combate 28/10/09 - Minamimura Kouki VS Vesper   Qui Out 29, 2009 4:02 am

Kobayashi Momoko, pós-combate


Eu tinha passado o combate a tremer, completamente sem conseguir controlar as convulsões de medo que me davam de vez em quando. As únicas palavras de consolo que tinha eram do Shouta-kun a dizer "Já acabou Momoko-san. O Kouki-kun ganhou, vez? Não estás feliz?" E eu acenava levemente com a cabeça, ainda um pouco insegura.

Houve uma altura do combate, quando o Vesper-senpai usou o seu poder que nos olhos do Kouki tinha passado um desespero horrível que só me quis fazer saltar para o ir ajudar. Felizmente a Miyu-chan impediu-me ao por o braço à minha frente com aquele seu olhar maternal badass que comigo só surgia de vez em quando. Disse-me que, no fim da batalha, eu podia levar pocky ao Kouki-kun e que já era muito. que se eu interrompesse a batalha era pior. Depois de todo aquele stress vi o Kouki a ganhar e senti-me melhor...

ESPERA!

Ele ganhou mesmo.

Mas mesmo.

MEUS KAMIS!

Fui a correr a chorar pelo caminho porque não aguentei de ter passado de tanto stress para tanta euforia. O kouki estava lá em baixo a sair da arena e parecia cansado mas eu não quis saber. Abracei-o. Deitei-o ao chão. Chorei mais um bocado com o nome dele a sair dos meus lábios a cada cinco minutos. Não me obrigou a sair dali mas também não me fazia nada.

Quando me apercebi que estava a ser parva, decidi levantar-me e encher-me de vergonha. Mas...ele abraçou-me e deixou-me estar ali com ele mais cinco minutos. Depois obviamente já tinha muita gente a olhar fixamente. Olhei para o relógio e afinal só tinham passado pai 2 minutos e a mim tinha-me parecido uma eternidade...

Olhei para baixo, entreguei-lhe pocky, e fugi dali. Nem sequer reparei se ele tinha gostado ou não, tal era a minha vergonha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://allfics.com.sapo.pt
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Combate 28/10/09 - Minamimura Kouki VS Vesper   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Combate 28/10/09 - Minamimura Kouki VS Vesper
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» tuner 1 do 180 hd

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Nagareboshi Forum :: Forum RPG :: RPG Forum :: Aoyama Battlefield-
Ir para: