InícioPortalFAQRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Combate 14/10/2009 - Nakahara Miyu VS Inoue Rei

Ir em baixo 
AutorMensagem
Demy
Admin
Admin
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 1925
Idade : 26
Data de inscrição : 20/08/2008

MensagemAssunto: Combate 14/10/2009 - Nakahara Miyu VS Inoue Rei   Seg Out 12, 2009 4:49 pm

A ser postado no dia pelas lutadoras

_________________
Lulz, ovos: GPXPlus
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hachi
Otaku
Otaku
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 1068
Idade : 25
Anime/Game : ~
J-Artist : Olivia Lufkin ; Anna Tsuchiya ; Yui ; Radwimps ; An Cafe; OneOkRock
Data de inscrição : 28/09/2008

MensagemAssunto: Re: Combate 14/10/2009 - Nakahara Miyu VS Inoue Rei   Qui Out 15, 2009 1:31 am

Escrito por mim e pela Zee . Espero que gostem ! :3

_________________________________



"Inoue Rei vs. Nakahara Miyu", dissera o Sorteador-san mais cedo nesse mesmo dia. Tanto Rei como Miyu mal podiam esperar pela batalha, passaram o resto do dia a pensar nela apenas. As suas equipas, obviamente, iriam assistir, pelo que as duas ansiavam por mostrar o que valiam em combate.

(...)

Em pontos opostos da escola, Rei e Miyu olharam para o relogio praticamente ao mesmo tempo. Apressaram-se entao para a arena. Ao chegarem la, já dois juízes as esperavam. Pediram que se preparassem o mais rapido possivel. Seguiram para salas diferentes trocando de roupa, do uniforme para roupa mais confortavel. Saíram.

Miyu estava confiante, considerava que a sua oponente era forte, mas não muito mais do que ela própria. Digamos que estavam ao mesmo nível. Olhou Rei nos olhos à espera de alguma reacção, não estando à espera de alguma em especial. Rei torceu um sorriso que poderia ser visto como maquiavélico. Entrou na arena descalça, como sempre, com os sapatos pousados nos degraus de separavam o campo de batalha da plataforma dos observadores. A rapariga vibrava de antecipação, tinha cada músculo do corpo a reverberar de emoção. Segurava Qiang com as duas mãos.

Encarou Nakahara Miyu.

Viu-a segurar o bastão, algo sorridente, talvez excitada.

Rei: Não tens estofo para mim - gozou, pousando a lança num ombro e começando a circular a sua oponente, como sempre fazia.
Miyu: Veremos. - respondeu a rapariga, prevendo a coça que daria à arrogante Rei.
Rei: Aconselhar-te-ia a desistir já. - brincou, enquanto sacudia Qiang, fazendo o guizo que da lâmina pendia tinir.
Miyu: Estás a precisar dumas lições de boas maneiras. - disse deliciada, sempre encarando a adversária.
Rei: Pssh, eu? Se eu preciso de lições de boas maneiras, tu precisas de lições de luta, Nakahara, onde é que já se viu lutar com borboletas? - silvou Rei, deliciada. Sentia Qiang vibrar nas suas mãos.

"Podem começar o combate"

Rei sentiu uma onda de energia que claramente provinha do brinco de Miyu. Quando a encarou, viu uma fantástica borboleta, a mais bela que alguma vez tinha visto, de asas reverberantes, pousando na esfera amarela do bastão de Nakahara.

Rei: Seja! - e lançou-se para Miyu numa investida repentina, prendendo a lança no chão e usando-a como uma vara, atacando com um pontapé facilmente bloqueável.

Miyu deslocou o seu bastão um pouco para a direita, fazendo com que o pontapé de Rei falhasse. A borboleta que antes pousava serenamente neste, levantou voo deixando um rasto de luz atras de si.

Miyu: Não esperava começar com combate corpo a corpo. Mas se é o que queres - num movimento rápido, agarrou o seu bastão com a mão direita e fez com que rodopiasse, pousando-o no solo de seguida, fazendo com que ecoasse pelo salão todo - bring it on.

Rei alcançou a sua lança e atacou Miyu. Tinham começado uma 'Luta de bastões', o som dos embates secos das armas das duas ecoava pela sala. Até aquele momento, o combate tinha-se focado em agilidade e previsão de movimentos; os espectadores lamentavam o mais pequeno piscar de olhos que fosse, nao queriam perder nem um segundo do espectáculo a que assistiam. As duas estavam já um pouco cansadas, mas não ao ponto de quererem finalizar o combate. A dada altura, Miyu não conseguiu colocar bem o seu pé no solo, o que consequentemente deixou a Rei uma aberta na defesa da adversária. Com um movimento rápido conseguiu atingir o braço direito de Miyu, deixando-lhe um corte, não muito profundo, mas o suficiente para diminuir o controlo desta.

Rei: 1-0 para mim - sorriu, dando um passo atrás e concedendo a Miyu a hipótese de se erguer e dar continuidade à luta. - vamos ver se consegues dar a volta ao jogo, Nakahara.
Miyu: Ainda agora começamos ... Inoue. - dizendo isto, pousou a ponta do seu bastão nao muito longe dos seus pés. A esfera no cimo deste brilhava intensamente, como um chamamento para a sua borboleta. Esta regressou, pousou levemente ficando imóvel durante alguns segundos. Rei olhava intrigada para aquilo tudo, ficando impaciente por não obter resposta da adversária. Repentinamente, e com um simples bater de asas, a borboleta conseguiu criar correntes de ar vindas de todos os ângulos, que pareciam não afectar Miyu. Esta sorria.

O cabelo de Rei sacudia-se selvaticamente, e o vento detorpava-lhe a vista. Levantou um braço para cobrir os olhos, e levou uma perna atrás, como sempre fazia quando procurava equilíbrio - qualquer karateca reconheceria aquela posição como um Zentsudashi perfeito. A custo, levantou Qiang para de novo a segurar com as duas mãos. Fitou, de olhos semicerrados, a oponente. Estava imperturbável, o vento não lhe tocava um singelo cabelo. Durante uns instantes, ponderou como poderia tomar vantagem daquele ataque.

Rei: Ela não tem defesa física. Mas sabe controlar energia. Eu não. Mas sei atacá-la mais rápido do que ela sabe defender. Ok. - a custo, começou a cortar o ar acutilante, que lhe ceifava a pele, com o gume da lança, rodando-a ferozmente enquanto avançava, rápida. Cedo estava nas costas de Miyu, e saltava alto, tomando vantagem do vento, para lhe desferir um ataque seco do cabo de Qiang nas costas.

Miyu foi mais rápida do que o previsto, e Rei espalhou-se redonda no chão. Antes que Nakahara conseguisse atacá-la com o bastão no tronco, rebolou para o lado, e ouviu um clang surdo no chão. Dum salto, pôs-se de pé e rodou sobre si mesma, ganhando impulso para ceifar o ar diante de Miyu, que servia perfeitamente de motivo para desistência.

Qiang silvou, rasgando o ar furioso que envolvia Miyu, e Rei sorriu ao ver a camisola da oponente ser algo ceifada pela lança, criando uma linha sinuosa de tecido rasgado sobre o ventre de Nakahara.

Miyu: NOOOOOOOOOOOOOOES! ... a minha camisola ;3;.
Rei: *facepalm*

Miyu tinha acabado de arruinar toda a atmosfera da luta. E agora que Rei estava a gostar ... não conseguia ver a cara da adversária, dado que esta olhava para o chão com parte do seu cabelo a frente. Quando Miyu levantou a cabeça para encarar Rei, tinha ja mudado de expressão, estava completamente enfurecida.

Miyu: Vais pagar por isto Inoue, aqui e nos teus sonhos.
Rei: Assim já gosto - começou a correr de encontro a Miyu, que sem que Rei se apercebesse agarrou no seu bastão com as duas mãos e atingiu-a na zona abdominal com a sua esfera. Inoue caiu sobre os joelhos com um arquejo e largou Qiang, agarrada à barriga, sem ar; não estava a espera que Miyu reagisse tao rapidamente, e, acima de tudo, tão brutalmente.

Miyu:
Vamos continuar? - disse Miyu, com uma expressão seria, sorrindo por dentro simultaneamente. Estava a gostar de ter Rei como oponente.
Rei: Essa devia ser a minha deixou - nisto, Rei lança Qiang aos pés de Miyu. Esta salta e atinge Rei com um pontapé no lado esquerdo da cintura. De repente sente o seu golpe no braço a doer, uma dor excruciante, demasiada para um simples arranhão. A sua energia estava a escassear, o que fazia com que o seu corpo não aguentasse muito mais; se conseguisse aguentar mais um pouco, a batalha estava ganha. Enquanto pensava nisto, Rei, com a pouca força que lhe restava, atingiu os pés de Miyu com o cabo da lança, fazendo-a perder o apoio e cair de lado.

Rei levantou-se rapidamente e empurrou o ombro de Miyu com a ponta do cabo de Qiang, forçando-a a ficar de costas contra o chão. Pousou um pé de cada lado do corpo de Nakahara, claramente dizendo que a batalha estava perdida, e fitou-a com calma.

Rodou Qiang, e colocou a parte lisa da lâmina (que de certo modo se assemelhava a um sabre) debaixo do queixo de Miyu. Arquejava, doía-lhe a zona abdominal da horripilante pancada que a oponente lhe desferira, mas segurava a lança com a mesma firmeza com que iniciara a luta. Olhou Miyu significativamente. Viu um brilho surpreendido, talvez assustado, nos olhos dela. A borboleta retornara ao seu sítio original, o brinco que da orelha dela pendia, e o bastão estava ao abandono a alguns metros de distância. Podia matá-la ali mesmo, ou pelo menos deixá-la seriamente ferida. E queria que ela o percebesse por meio daquele olhar.

Rei: É assim. - e inclinou a cabeça naquele seu jeito. Puxou Qiang atrás e afastou-se de Miyu, com a arma pousada no ombro esquerdo e segurando a barriga com o braço direito, tais eram as dores. Enquanto se dirigia à zona da plataforma em que o seu grupo estava, cuspiu para o chão. Uma mancha de vermelho expandiu-se sobre a madeira envernizada da arena.

Miyu levantou-se. As suas pernas tremiam, e por pouco não voltou a cair. Ficou a olhar para as costas da sua oponente durante algum tempo, enquanto esta se afastava. Pegou no seu bastão e examinou as suas feridas, nada que uma visita à enfermaria não curasse. Olhou para as bancadas onde se encontravam os espectadores. Parecia que ainda estavam a assistir à batalha, atentos aos passos que cada uma delas dava. Acenou para a zona onde se encontravam os seus companheiros de equipa e amigos, que acenaram de volta.

Rei olhou uma última vez para Miyu antes de sair da arena. As duas sorriram. Tinha sido um óptimo combate.

____________________________

Para quem estiver com duvidas, a Miyu perdeu xD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário https://www.youtube.com/user/SaraMSR
Demy
Admin
Admin
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 1925
Idade : 26
Data de inscrição : 20/08/2008

MensagemAssunto: Re: Combate 14/10/2009 - Nakahara Miyu VS Inoue Rei   Qui Out 15, 2009 2:57 am

Shouta


Quando eram quase horas do combate, eu e Momoko fomos para as bancadas da arena para assistir ao combate da Rei e da Miyu. Não podíamos perder uma luta daquelas.
Vimos as lutadoras a entrar e a fitarem-se mutuamente. Medo para elas...
Re estava junto a Momoko, com o seu caderno, anotando todos os movimentos das combatentes.
Começou o combate e a borboleta de Miyu surgiu, mais bela e exuberante que nunca. Rei colocou a sua lança Qiang a postos.
Deu-se o primeiro ataque, efectuado por Rei, deixando-nos logo nervosos.
Seguidamente, com a luta de bastões, a emoção e o nervosismo aumentaram ainda mais, deixando-nos a prever que o combate seria fogoso, dado que já estava naquele estado e ainda agora tinha começado.
Rei feriu Miyu no braço. Eu estremeci e a Momoko soltou um leve gemido de preocupação. Olhei para ela, que estava com as duas mãos tapando a cara, mas com os dedos abertos, conseguindo observar tudo à mesma...
Seguidamente, a borboleta de Miyu bateu as suas asas, criando correntes de vento que deixaram Rei em dificuldades. Contudo, esta rapidamente recuperou e avançou para o ataque, espalhando-se no chão com o desvio de Miyu.

Momoko: CORAGEM MIYU-CHAN!
SHOUTA: VAI, CHOU-CHAN! E Rei....

Ganhei vício de chamar Chou à Miyu por causa do tonto do Yuudai. Eu gosto muito de ambas, mas não conseguia esconder um pequeno favoritismo em relação à Miyu...
Segui-se um ataque bastante perigoso de Rei, que cortou a camisola de Miyu. Encolhi-me e Momoko guinchou.
Enraivecida, Miyu disse "Vais pagar por isto Inoue, aqui e nos teus sonhos.", deixando-me completamente arrepiado. Começou a atacar violentamente a adversária, acertando-lhe no abdómen com um golpe que até a mim doeu. Depois atacou-a com um pontapé. Estava, neste momento, em vantagem.
Porém, antes que alguém pudesse dizer com certeza que Miyu deveria ganhar se o combate continuasse deste modo, Rei conseguiu contra-atacar com sucesso, fazendo Miyu estatelar-se no chão.
Momoko estremeceu e eu observei atentamente tudo o que estava a acontecer em campo. Não iria matá-la, disso eu tinha quase a certeza, contudo tive as minhas dúvidas quando Inoue apontou a ponta da lança a Miyu. Até eu tapei os olhos com as mãos e Momoko encolheu-se atrás de mim dizendo que não queria ver. Respirei de alívio quando percebi que Rei se tinha afastado da Chou-chan e o combate tinha sido dado como terminado sem graves ferimentos por parte de nenhuma.
Retirei-me da arena e esperei junto ao portão da escola. Momoko ainda foi falar com Miyu, de certeza para lhe oferecer gatinhos...
Quando Rei saiu da escola, passou por mim. Felicitei-a, e ela fez-se de forte, para variar, mas fundo sabia que estava agradecida. Um pouco mais tarde surgiu Miyu e eu fiz-lhe *pet pet* na cabeça e disse que tinha sido um bom combate. Ela sorriu, como sempre e ofereceu-me pocky.
Finalmente, fui para casa, ainda excitado com o combate fantástico a que tinha acabado de assistir.



_______________________________________________

(só para dizer que o texto original era melhor, mas perdeu-se quando tentei postá-lo e o Nagareboshi foi mau. Mas pronto, reescrevi o melhor que a minha paciência permitiu xD)
Meninas, óptimo trabalho x3

_________________
Lulz, ovos: GPXPlus
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Combate 14/10/2009 - Nakahara Miyu VS Inoue Rei   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Combate 14/10/2009 - Nakahara Miyu VS Inoue Rei
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» II Workshop Garagem Plastmania/Bossolani - Dez/2009
» [Imagens] Appendix Mu OCE
» Japan Expo 2011 - França
» Confraternização no Rio de Janeiro - Nov/2009
» Dhyne

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Nagareboshi Forum :: Forum RPG :: RPG Forum :: Aoyama Battlefield-
Ir para: